O carnaval como símbolo da nacionalidade brasileira no século XXI

Envie sua redação para correção
    Folia brasileira, uma festa de todos e para todos.
    
          No panorama atual, o carnaval é a maior festa brasileira que antecede a quaresma, trazido pelos portugueses no período colonial, a festividade carnavalesca expandiu-se e tornou-se conhecida como a “maior festa da Terra” devido à beleza e diversidade que o festejo ostenta. Mas também, é um momento de união, em que os brasileiros de todas as regiões reúnem-se com alegria para se divertirem. Entretanto, apesar do carnaval ser um momento de integração social, ainda há obstáculos para que todos os cidadãos participem, embora haja ações para inclusão social de pessoas deficientes no carnaval, a carência de acessibilidade segrega-os dos demais foliões.
          Nesse contexto, se observa que as medidas inclusivas que são adotadas durante a festividade de carnaval, por exemplo, local predefinido para que os deficientes possam prestigiar os blocos carnavalescos, com direito a acompanhante, os exclui do contato com outras pessoas, de tal maneira que valida à divisão social. Do mesmo modo na escravatura, o entrudo era comemorado por todos, escravos e senhores de engenho, mas, os negros foliavam conforme os limites impostos pelos seus senhores, e a branquitude abrilhantava o glamour, bailes, brincadeiras e etc. 
           Além disso, as iniciativas para proporcionar o contato do carnaval aos deficientes são vastas e atingem as grandes capitais, à medida que o festejo carnavalesco faz parte da identidade cultural do brasileiro, ações que promovem o alcance do carnaval para os deficientes estão se disseminando através de políticas públicas e manifestações sociais que visam à inclusão de pessoas deficientes, porém, a integração dos deficientes na sociedade acontece de forma lenta, visto que a infraestrutura das cidades não está adaptada para a mobilidade destas pessoas, ruas sem acesso a cadeirantes, não há sinalização em braile etc. 
           Portanto, o carnaval é algo positivo para o brasileiro, momento em que se pode ver pessoas unidas em ritmo de festa, para que haja democratização do acesso ao festejo é necessário que as pessoas se conscientize das limitações alheias, e que as políticas públicas voltadas para as deficiências sejam cobradas cada vez mais. É importante que nas escolas e na família seja ensinado sobre a diversidade humana, pelos gestores escolares e familiares, bem como para os políticos é significativo que trabalhem em prol do povo para fazer as políticas publicas funcionar, e ao povo cabe vigiar os políticos através de reuniões legislativas e cobrarem deles melhor infraestrutura para que todos tenham mobilidade e acesso principalmente à cultura do país, sendo o carnaval a cultura brasileira mais prestigiada mundialmente.