Envie sua redação para correção
    Relativo ao Carnaval como símbolo da nacionalidade brasileira, é possível destacar tanto aspectos positivos quanto negativos. Se por um lado, o evento aumenta o número de turistas querendo conhecer a cultura do país; por outro, algumas prefeituras em épocas festivas doam dinheiro para bancar os blocos de carnavalescos.
          Referente ao crescimento do número de estrangeiras no Brasil. Segundo o Portal G1, houve um acréscimo no índice de visitas por volta de 50% nos últimos anos, em datas não comemorativas, porém em feriados - como o Carnaval - este valor triplica. A grande parte dos visitantes chegam ao país encantados com a cultura carnavalesca que trás consigo cores chamativas e músicas animadas. Com isso, a grande quantidade de pessoas dos países estrangeiros fazem o dinheiro girar internamente.
          Vale também ressaltar que este valor rotativo supre os gastos gerados pelo Carnaval, tal que o Brasil pode estar entre 50 países que mais gastam financeiramente com festas e retem lucro. No entanto, algumas prefeituras que obtêm retornos desde dinheiro não investem nas cidades, o que acarreta ao fato que se presenciou em 2016-2017 (manifestações). Isto ocorreu, pois a população não viu a aplicação e pedia melhoria.
          O Carnaval é de fato o símbolo dos brasileiros, portanto, é algo positivo. Apesar disso, as Secretárias da Educação e Saúde devem intervir para que o ganho chegue de forma direta a elas, melhorando instituições de ensino e hospitais públicos. Assim, o preparo do futuro para as próximas gerações estará melhor, como citou Richard Rorty e não haverá mais  manifestações suplicando avanço.