O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    Inédito viável
         De cordo com Émile Durkheim, a sociedade é como um corpo biológico no qual casa órgão tem sua função. Dessa forma, para que o corpo funcione adequadamente, é necessário que todos cumpram seus devidos papéis. Diante disso, quais atitudes devem ser tomadas para combater o impasse da pedofilia brasileira? 
         Em primeiro plano, é necessário ter consciência de que a pedofilia brasileira ocorre desde 1500, quando Pedro Alvares Cabral chegou ao Brasil. Isso ocorria quando os portugueses abusavam das índias adultas e menores, pois essas não podiam se defender, assim como com a prática da escravidão, os senhores faziam a mesma coisa com as escravas e seus filhos. Por conta disso, é preciso ir desconstruindo essas raízes que foram sendo construídas por décadas. Para que isso ocorra, é indispensável a participação da mídia com campanhas publicitárias para que haja a conscientização da população acerca desse assunto, com o intuito de serem tomados os devidos cuidados com seus filhos.
         Outro aspecto de suma relevância é a falta de acompanhamento durante o crescimento da criança. De acordo com o "G1", mais da metade dos indivíduos que sofrem abuso cresceram com a ausência de assistência familiar, pois na maioria dos casos os agressores são próximos à família. Nesse caso, seria importante ter psicólogos nas escolas e a participação efetiva dos pais, além de palestras alertando os responsáveis e os filhos sobre o índice crescente de pedofilia infantil e como reagir frente a essa situação. 
         Entende-se, diante do exposto, a real necessidade de ações em conjunto para amenizar o impasse. Diante disso, cabe à mídia, campanhas publicitárias alertando sobre o tema e as medidas certas a serem tomadas, além de induzir a pessoa a denunciar por meio da denúncia anônima. Ademais, o Ministério da Educação, em parceria com psicólogos e com os pais, deve dar uma maior assistência à criança e ao adolescente, com palestras e contratando uma equipe qualificada de psicólogos. Além disso, pode-se criar um dispositivo eletrônico dado a cada criança que a partir do momento em que houver a tentativa de abuso, elas possam apertar o botão e sua localização seja gerada para a Polícia Federal mais próxima no mesmo momento, para que haja a prisão desses agressores antes que ocorra o crime. Dessa forma, com a contribuição de todos os setores citados, a "terra onde canta o sabiá" caminhará lentamente para a diminuição do índice de pedofilia, a fim de alcançar um futuro, como dizia o educador Paulo Freire, inédito viável.