O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    "Olhos que olham são comuns. Olhos que veem são raros". Esse ditado do escrito John Sanders exemplifica a cegueira de alguns pais em relação à mudança de comportamento de seus filhos. Nesse sentido, é possível afirmar que abusos sexuais às crianças são frequentes em todo o mundo. Isso se evidencia não apenas pelos constantes contatos íntimos de parentes com seus familiares, más, também, pela negligência de alguns pais quanto ao mal uso das redes sociais por seus rebentos.
         Relativo às aliciações, pode-se notar que, frequentemente, denúncias de toques sexuais com infantes são relacionadas a parentes próximos, seja por um pai, um tio ou um avô. Todavia, em diversos casos já confirmados pelo Sinan, mães só vieram a atentarem-se em um momento muito tardio. Dessa forma, o trauma, já instaurado no âmago do jovem faz com que ele se desenvolva com graves consequências psicológicas. Além disso, segundo o perito criminal Josecler Oliveira, a criança isola-se da sociedade por medo, vergonha e senso de impotência perante a esse delito. 
         Outrossim, muitos progenitores não se atentam à facilidade de acesso à pornografia disponível na internet. Foto esse que pode ser comprovado pelo número irrisório de pais que efetivamente bloqueiam ou limitam celulares de seus filhos às salas de pate-papo adulto. Crianças, por conseguinte, exibem seus órgãos genitais na rede virtual, às vezes por não saberem que o receptor é um adulto disfarçado, o que tem levado os Estados Unidos a utilizarem a técnica de "isca" com agentes disfarçados.
         Assim sendo, é primordial que a Polícia Federal siga o modelo americano e disponibilize policiais preparados para encontrar esses criminosos, por meio de softwares especiais, a fim de prendê-los em flagrante. Ademais, as Telefonias brasileiras devem adaptar em todos os seus aparelhos dois programas fundamentais de segurança, instalados de fábrica - um rastreador e um bloqueador de IPs maliciosos - mediante autorização da Justiça Brasileira, com o fito de auxiliar pais desatentos. Só assim esses atos perversos poderão ser evitados no futuro próximo.