O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    O perigo pode estar a solta
    
     Lolita, obra de Vladimir Nabokov, retrata entre outros vértices da historia a atração física de um homem de meia idade por uma garota de doze anos. Nesse sentido, situações como essas são comuns o que eleva o numero de casos de pedofilia no Brasil, por isso é notório que deve haver um combate. Sendo assim, se tem que: o medo é um fator para o silêncio e a vigilância deve ser ainda maior.
     O medo amedronta adulto, jovens e crianças, faz com que haja silêncio indevido. Nesse contexto, segundo Thomas Hobbes o estado de insegurança é o natural dos humanos, ligado a isso, vitimas não possuem força e coragem para denunciar, entretanto, para que venha haver justiça é necessária a abdicação de parte desse medo. Logo, se tem por consequência dessa situação, sequelas emocionais e psicológicas.
     Somado á isso, é fato que diversos fatores influenciam para que pais deixem desapercebido o perigo. Sendo  a família a base da sociedade, esta deve estar interligados entre si, mas, ocorre que possíveis agressores possam estar por perto e mal são notados. Ademais, responsáveis deve estar atentos a mudanças repentinas de comportamento. Por quanto, é certo que pais não fazem isso por mal, de certa fora há uma ingenuidade  de confiar em quem não é digno.
     Contudo, é fundamental a luta diária contra tal crime. Portanto, cabe aos pais a percepção de mudança comportamentais em seus filhos estas devem ser investigadas, e aqueles, quando vítimas, é de suma importância buscarem por ajuda em órgãos específicos para lidar com esse assunto e/ou falar com responsáveis. Por fim, faz-se preciso a criação de postos municipais onde se possa encontrar apoio psicológico. E assim, teremos um Brasil com menos traumas juvenis.