Envie sua redação para correção
    A pedofilia no Brasil apresenta níveis assustadores e está presente em todos os ambientes, desde o familiar até o tecnológico.
    Dados do Ministério da Saúde, mostram que todos dias cerca de 20 crianças entre 0 e 9 anos são atendidas vítimas de violência sexual. O SINAN(Sistema de Informação de Agravos de Notificação), afirma que a maioria dos casos ocorrem dentro de casa e são cometidos por pessoas próximas a vítima. Como pai, mãe, tios, avôs, padrastos etc. A exploração sexual de menores e a pornografia infantil, são consideradas crime e pedofilia. Mas, a quantidade de sites disponíveis na internet que apresentam esses conteúdos são altíssimas, assim como a quantidade de crianças encontradas em estradas sendo obrigadas a se prostituir. Logo, se faz necessário o apoio da sociedade em relação a essas crianças, pois a mesma não é culpada pelo que acontece. Crianças e adolescentes precisam de apoio, é necessário ensinar como reconhecer uma violência sexual e o que pode ser considerado um ato abusivo, assim como assegurar as vítimas seus direitos.
    Existem meios de se denunciar os abusos, por exemplo o Disque 100, um numero disponível para todo o país. Mas, infelizmente dados mostram que muitos dos casos denunciados não são solucionados o que faz com que denúncias diminuam e isso não é bom, pois não significa que os abusos diminuíram, mas sim que continuam ocorrendo e milhares de crianças e adolescentes sofrem calados.
    Contudo, é de extrema importância realizar campanhas em hospitais, escolas e empresas para prevenir abusos sexuais. Divulgar os números disponíveis para as denúncias, endereços de delegacias da criança e do adolescente e também realizar aulas e palestras de conhecimento sobre o próprio corpo em escolas, são medidas que podem e devem ser adotadas.