Envie sua redação para correção
    Infância garantida 
      Medo. Distúrbio. Depressão. São aspectos que, fazem parte da vida juvenil brasileira submetida à diversos tipos de abusos. O que se tem feito para combater a problemática é pouco, em função dos alarmantes casos de violência sexual  à crianças e adolescentes que, pela ausência de ação estatal e falta de atenção familiar, obtém traumas psicológicos e sociais.
      De acordo com dados do Sistema de Informações de Agravo e Notificações (SINAN), no ano de 2012, ocorreram aproximadamente mais de 20 casos de abuso sexual por dia. Dessa forma, o limitado trabalho do Governo torna-se evidente, pois, ainda que possuam leis, faltam rigor para a aplicação dessas.
        Outro fator, é a desatenção dos pais a respeito de seus filhos. Haja vista, a maioria das vezes em que ocorrem atos pedófilos, os agressores são próximos e de confiança da família, sendo assim, são os últimos suspeitos de praticarem o crime.
      Além disso, crianças submetidas a esses ataques inescrupulosos, carregam traumas que afetam a comunicação com o mundo, visto que, se sentem amedrontadas e perseguidas, e aos poucos sofrem exclusão em sociedade. Assim, tornam-se inibidas, não brincam e perdem a infância que toda criança deveria possuir.
       Para que  se atenue esse cenário, portanto, cabe ao Governo e as Prefeituras à devida aplicação das leis já criadas com a contribuição de ONG's para a fiscalização dessas. Outrossim, o Ministério da Educação deve incentivar as escolas a terem mais reuniões de responsáveis para que, os pais observem atentamente o comportamento de seus filhos. A mídia, deve ainda, divulgar os alarmantes dados de casos pedófilos nas redes sociais, nos rádios e comerciais de televisão, despertando a sociedade para a importância do combate a esse fator. Logo, gerações futuras terão infâncias devidamente garantidas.