Envie sua redação para correção
    A humanidade está adquirindo toda a tecnologia certa por todas as razões erradas, Buckminster Fuller. Com o advento da tecnologia surgiram novas maneiras de propagar informações e difundir conteúdos pornográficos, o que facilitou a ação dos pedófilos. Apesar de ser uma atividade criminosa, a pedofilia atrai, diariamente, inúmeros indivíduos que não só veem, como também realizam práticas sexuais com crianças e adolescentes.
       A comercialização de imagens ainda persiste, pois o interesse na obtenção de arquivos pornográficos e infantis é alto por parte dos pedófilos, embora seja repreendida e investigada pela polícia. A pedofilia é uma perversão que leva a pessoa a se sentir sexualmente atraída por crianças. Mesmo que seja um assunto difundido na mídia, dentro das casas falar sobre sexualidade é um tabu, a família acredita que esse tipo de discussão incita os jovens a prática sexual precoce, quando na verdade esse desejo é instintivo. Consequentemente, casos de abuso, violência e exploração podem vir a ocorrer em ambientes despreparados por falta de comunicação intra-familiar.
       Ademais, o problema vai além do abuso em si. Crianças que são abusadas sexualmente, ora apresentam comportamentos isolados, ora são agressivas. Normalmente, após a violência o indivíduo é submetido a sessões terapêuticas e psicológicas, a fim de atenuar os traumas e restabelecer o convívio social. 
         Poucos casos de pedofilia são denunciados e, então, o cenário pouco se altera. Portanto, denúncias devem ser realizadas por toda a sociedade, evitando-se, assim, a proliferação de pedófilos e conteúdos pornográficos infantis, garantindo, de fato, a integridade da vítima. Outrossim, há a necessidade de acrescentar à carga horária escolar aulas de educação sexual, com vistas a ensinar aos alunos como agir e repreender atitudes abusivas e, também, a servir de apoio e suporte para diálogos em casos de ocorrência. Os pais, além disso, desempenham funções importantes como o de reconhecer mudanças de comportamento e o de conversar e debater com seus filhos para que não sejam agredidos e nem agressores, extirpando e coibindo a pedofilia desde o momento principal: a infância. E, por fim, mídias e ONGs podem divulgar em propagandas dados sobre a pedofilia, provocando, dessa forma, as denúncias e a extinção dessa prática criminosa.