Envie sua redação para correção
    Segundo Albert Einstein "o mundo é um lugar perigoso de se viver, não por cousa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer", outrossim, não podemos somente assistir nossas crianças e adolescentes sofrerem com a pedófilia, é responsabilidade do corpo social conceder a eles um ambiente seguro. Torna-se evidente, portanto, a necessidade de construirmos um sistema de prevenção contra o abuso de menores, já que, em 2014 o SDH divulgou que houve cerca de 120 mil denúncias de violação do direito da criança e adolescente, em torno de 25% deste número é violência sexual, os dados divulgados não exprimem a amplitude do problema, considerando que muitas vitimas sofrem caladas, por não compreender a gravidade da situação, ou em virtude do medo de delatar o abusador e sofrer retaliação.
     Em síntese, a macula do sexualismo da criança e do adolescente, é interpretada pela psicologia não somente como o ato sexual, mas qualquer abuso ligado ao aspecto sexualidade. Em suma, muitas vezes o ato sexual é o ultimo estagio do ultraje sofrido, fazendo com que o terror psicológico tenha consequências mais graves no seu desenvolvimento como individuo, e menor punição ao ato perverso, uma vez que nossa sociedade muitas vezes é condescendente a violência moral. 
     Em virtude dos fatos mencionados, entende-se que combater a pedofilia é mais do que controlar a violência, é proporcionar ao jovem um ambiente favorável para se tornar um cidadão de bem, saudável. Por conta dos aspectos apresentados, o meio mais eficaz de combater o ato cruel, é a prevenção, unir as forças entre Conselho Tutelar e Ministério da Saúde, afim de que, o Conselho Tutelar irá elaborar campanhas periódicas dentro das escolas, orientando sobre a sexualidade e instruindo aos jovens  a denunciar qualquer abuso, e também por meio de agentes de visita domiciliar, que irão monitorar o comportamento das famílias, com objetivo de identificar o pedófilo antes de cometer o crime, dessa forma podendo ajuda-lo com tratamento psicológico, financiado pelo Ministério da Saúde.