O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    No que se refere ao combate a  pedofilia no Brasil, nota-se que houveram progressos, porem esses não foram o suficientes  para exterminar com esse problema. Se por um lado, há boa atuação da inteligência policial  na descobertas dos criminosos; por outro a fragilidade das crianças e jovens para prevenir os abusos que podem sofrer. 
       Relativo a ação de investigação promovida pelas forças de segurança, percebe-se um progresso significativo na descoberta de pedófilos em redes sociais. Isso se deve ao fato dos agentes se passarem por menores, com isso rastreando o criminoso antes dele cometer um crime. Nesse sentido, a intervenção é positiva, contudo não assegura o fim desse mal, porque esse não se resume ao ambiente virtual. 
       Apesar disso, podemos ver que a ingenuidade das vítimas é uma aliada aos criminosos. Quando o filósofo Kant afirma que o ser humano é aquilo que a educação faz dele, corrobora a ideia de ensinar aos pequenos cidadãos a conhecerem o próprio corpo, não com o intuito de acabar com sua inocência, mas com o propósito da criança identificar quando está sendo abusada. 
     Diante desse contexto preocupante são necessárias, portanto, intervenções, como o aumento, sendo esse promovido pelo poder executivo, dos recursos disponíveis à polícia, a fim de aumentar o contingente de agentes nas investigações.  Outra medida é o ministério da educação promover campanhas educativas para as crianças, para que essas identifiquem atos abusivos, e aos pais, com fim de esses identificarem alterações no comportamentos em seus filhos, que são típicas de vítimas de pedofilia. Com a adoção dessas medidas, a perspectiva é de um Brasil livre do abuso sexual infantil.