Envie sua redação para correção
    O abuso sexual tem se agravado cada vez mais no cenário brasileiro, principalmente contra o menor de idade. A internet, pela facilidade de buscas, acaba se tornando uma ferramenta na ação de pedófilos, que agem em anonimato. Entretanto, qual seria o melhor caminho para combater a problemática da pedofilia?
      A vulnerabilidade de jovens e crianças, faz com que sejam presas fáceis de pedófilos, que são difíceis de serem apontados. O uso de ferramentas como a internet, facilita a busca e informação sobre a vítima, sem que possam ser identificados ou rastreados. E através de perfis falsos em redes sociais, aproximam-se e ganham à confiança para obterem referências sobre elas.
      O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), condena como crime a difusão de pedofilia em qualquer esfera, porém quando o material contendo algum tipo de pornografia que envolve o menor de idade, é disseminado na internet, a ação da lei se torna impotente. A dificuldade de encontrar os responsáveis pelo ato dificulta à ação. Não apenas o uso da internet como fonte de divulgação, como também a dificuldade em punir os envolvidos na violação. São fatores que possuem impacto negativo sobre a criança exposta. O abalo psicológico e os efeitos do abuso, marcam e modificam a vida do menor.  
      De certo, o melhor caminho deve ser alertar o menor sobre possíveis ameaças, o cuidado sobre o uso das redes sociais ao expor informações pessoais, portanto, cabe ao governo e as autoridades juntamente com ferramentas de pesquisas monitorarem e elaborarem estratégias que facilitem a ação do ECA e da justiça, como a criação de sites que direcionem rapidamente o usuário sob suspeita á páginas de apoio ao combate a pedofilia, o papel da escola e dos pais no esclarecimento e no dialogo sobre a questão sexual, a mídia na divulgação da importância de denunciar, propagandas, caixa de diálogos, que possibilitem a interação dos internautas quando estiverem conectados na internet.