Envie sua redação para correção
    Juventude produtiva
      O filósofo russo Dostoiévski afirmou que todos somos responsáveis por tudo sobre todos. O aproveitamento da ingenuidade de crianças e da própria força bruta por parte de homens para satisfazerem as suas necessidades sexuais ainda dissipa o terror que pais de menores de idade temem. Tal frase de Dostoiévski pode ser relacionada a atual luta contra a pedofilia no país, que provoca complicações na convivência dos padecentes e causa problemas sociais.
      A prática da pedofilia dificulta a convivência das vítimas. Isso ocorre porque, no caso de crianças menores de 12 anos, a desobediência natural delas exige do criminoso o uso da violência para obter sua vontade, deixando marcas de imposição e obrigação no ato. Também, no caso de sofrentes entre 12 e 19 anos, a pressão psicológica e ameaças incomuns para mantimento do segredo geram doenças psicológicas.
       Outro fator são os problemas sociais. Como causa, pode-se observar a crescente desigualdade social de setores da sociedade proveniente do modelo de produção do Brasil. Consequentemente, a dificuldade de homens e mulheres em socializar em sua comunidade torna-se uma das justificativas de cometimento de tais delitos.
      É imprescindível, portanto, a atuação do Conselho Tutelar em divulgar panfletos informativos a respeito da necessidade de acompanhar a evolução de crianças e adolescentes de forma atenta para impedir oportunidades alheias de criminosos, e a criação de eventos comunitários para a inclusão de vítimas por parte de psicólogos e pediatras voluntários. Somando-se a isso, a criação de fóruns na internet por pais que evitaram determinados atos para dúvidas e debates. Somente assim, a perspectiva de Dostoiévski formará uma juventude produtiva