O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    'O ornamento da vida está na forma como um país trata suas crianças'. A frase do sociólogo Gilberto Freyre deixa nítida a relação de cuidado que uma nação deve ter com as questões referentes à infância. Assim, é válido analisar, o quão a pedofilia é um problema social que contribui negativamente para o desenvolvimento dos pequenos e do Brasil.
          É importante pontuar, de início, que pedofilia é a conduta de qualquer pessoa, que praticam sexo ou qualquer ato libidinoso com crianças de até 10 anos. Tal situação traz consequências graves para criança abusada, como problemas emocionais depois da violação. Segundo o ministério da saúde estima aproximadamente que 20 crianças são atendidas em hospitais do sus por dia.
          É fundamental pontuar, ainda, que o contato sexual entre jovens e adultos é considerado crime de estrupo de vulnerável, e agora o plenário aprovou o projeto que determina perda de bens e valores para o mesmo crime. Além disso, segundo o SINAM cerca de 26,5% dos casos o abuso foi cometido por um conhecido da vitima, tendo como resultado crianças aterrorizadas, confusas e muito tenebrosas em contar sobre o incidente.
          Em virtude dos fatos mencionados, medidas são necessárias para solução do empasse. Tendo em vista o número de vítimas é preciso que o governo atue imediatamente nesse problema através de leis mais severas e precisas, que juntamente com o ministério da infância e da juventude proporcionem maior segurança e proteção para os pequenos. Também, em parceria com psicólogos, ofereçam tratamento adequado para as vítimas. Em adição, criar campanhas que exponham os perigos da pedofilia e quão é atual, deixando os pais mais atentos com o comportamento dos seus filhos. Dessa forma, a sociedade irá crescer e se desenvolver de forma mais humana com menos violência com os pequenos.