Envie sua redação para correção
    Ao realizar uma análise sobre o convívio em sociedade hodierno, surgem assuntos que necessitam de uma abordagem aprofundada, dentre os quais, destaca-se a pedofilia no Brasil. Nesse sentido, torna-se imprescindível uma discussão sobre as melhores maneiras de combater esse mal. Percebe-se, então, a necessidade de debater esse cenário e de assegurar o respeito aos direitos fundamentais humanos.
         O Brasil está entre os países com maior índice de abuso sexual de jovens e crianças. De acordo com dados do Governo Federal, ocorrem diariamente, cerca de 70 denúncias de abuso infantil. Dentro dessa situação, é visível que essas crianças agredidas tendem a desenvolver problemas psicológicos para a vida toda, como depressão ou paranoia. Tornando-se necessárias medidas urgentes para tentar sanar tal problema.
         De acordo com o Filósofo e Economista Americano, Murray Rothbard: "Qualquer indivíduo que tenha seu propriedade física violada, está sendo privado da sua própria essência humana.". Seguindo tal lógica, torna-se fácil perceber que pedófilos, ao abusarem de crianças, cometem ataques, não só à integridade física e psicológica daquele indivíduo, como à moral da sociedade ocidental.
         Portanto, é possível perceber que a pedofilia é uma doença que acarreta graves consequências sociais e pode desestruturar famílias e indivíduos por completo. Diante do exposto, é mister elencar medidas que tornem tal realidade menos prejudicial à sociedade brasileira. Para isso, é dever da Secretaria dos Direitos Humanos criar campanhas midiáticas, propagandas e palestras públicas, com o intuito de conscientizar pais e filhos sobre esse grave problema que assola a nação. Ademais, é importante também que o Ministério da Educação desenvolva novas disciplinas para os ensinos fundamentais e médios, com foco em uma educação crítica e moral, para que no futuro, problemas sociais como esse sejam minimizados. Assim, a sociedade tende a ser mais consciente e um futuro mais seguro dar-se-á às crianças.