Envie sua redação para correção
    O Estatuto da Criança e do Adolescente(ECA) prevê a garantia de direitos básicos a essa faixa etária, como à saúde, liberdade e respeito à dignidade humana. Contudo, a pedofilia é um crime que viola todas essas garantias. Nesse sentido, diversos fatores colaboram para a prática dessa transgressão, tais quais a falta de denúncia e o anonimato da internet.
         A pedofilia é uma problemática mais presente e constante na sociedade brasileira do que relatam os dados de denúncias. Tal realidade é vivenciada devido ao pacto do silêncio, no qual uma parte dos pais ao descobrir o abuso não denunciam, por vergonha da  situação ou porque o agressor vive dentro da própria casa da vítima. Sendo assim, a mudança desse cenário é necessária, uma vez que segundo o sociólogo Gilberto Freyre: o ornamento da vida está na forma como um país trata suas crianças.
       Além disso, surge uma nova configuração desse crime hediondo, a prática da pedofilia virtual, a qual se propaga de maneira mais acelerada devido ao anonimato e impunidade conseguidos atrás dos meios tecnológicos. Como resultado, a falta de punição na internet torna-se, além de incentivadora desse crime, segundo o psicólogo Fani Hisgail: uma forma rentável de exploração de crianças através da venda de vídeos e fotos eróticas. Nesse ínterim, deve-se meios para a criação de penas para tal cenário e, sobretudo, para que a conivência de quem usa a internet não se torne coautora dessa infração.
         Diante do apresentado, é imprescindível a mudança das ações em torna do crime de pedofilia, com a criação de campanhas informativas, em revistas e telejornais, para difundir canais de denúncias como o Disque 100 e, mormente, para que se acabe com o pacto do silêncio. Além do mais, o Estado junto com o Poder Legislativo, deve criar punições mais rigorosas, como a retirada dos bens dos agressores nos quais os crimes ocorreram e o aumento das multas. Ademais, o aprimoramento dos serviços de inteligência na internet faz-se necessário para que essa transgressão não ocorra nesse meio e, assim, garantir o bem-estar das vítimas na sociedade.