O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    Abusar ou explorar sexualmente de crianças e adolescentes consiste em violar os direitos sexuais desses indivíduos. O envolvimento de meninos e meninas em faixa etária imprópria para realizar atividades sexuais, compromete gravemente seu desenvolvimento psicológico e social.
          É lastimável que em pleno século XXI ainda exista em massa na sociedade atual a pedofilia. Porém, não é criação dos dias atuais, visto que, até o século XVII quando a criança obtinha a independência do seu cuidador, já era considerada parte da "Polis" e participava de orgias e jogos sexuais. Hoje, com a evolução humana, crianças e adolescentes detêm de direitos reconhecidos na Constituição Brasileira e também no ECA.
          Como disse Immanuel Kant, o ser humano é aquilo que a educação faz dele. Nota-se, que é preciso analisar o poder que a educação tem de construir o ser social adulto que futuramente possa se tornar um pedófilo. Ademais, cabe lembrar que essa violência ocorre nos diversos níveis sociais e em todos meios, sendo ele intra ou extrafamiliar. Nas vítimas, causa grave problemas que comprometem o desenvolvimento psicossocial, como o estresse, a baixa auto estima e a depressão. Logo, é dever da família, do estado e de toda a sociedade, protegê-los. 
          Dessarte, medidas são necessárias para resolver esse impasse. Assim como na Biologia o mutualismo é necessário para sobrevivência, é preciso um comportamento altruísta para a resolução desse obstáculo. Por meio de leis, o Estado deve punir aqueles que vitimizam as crianças e adolescentes. Já a escola, promover palestras aos pais sobre a importância da extrema atenção nos comportamentos dos filhos bem como da vigilância nos seus relacionamentos sociais. Por último, a mídia deve veicular informações de disk denúncias e promover uma ouvidoria online com parceira ao governo. Com isso, o Brasil estará caminhando para promover um país com bem estar e qualidade de vida às crianças e adolescentes.