Envie sua redação para correção
    A infância constitui a primeira etapa do desenvolvimento de um indivíduo, em que são formados o seu caráter e sua primeira visão do mundo. Logo, é possível prever os danos físicos e psicológicos de um adulto com histórico de abuso sexual na sua primeira fase da vida. A pedofilia é um crime, entretanto, o governo brasileiro encontra dificuldades em combatê-lo, uma vez que, não conta com boa estrutura de investigação e nem tampouco com o apoio familiar e social.
     As autoridades tem dificuldades em combater efetivamente a pedofilia primeiramente pela falta de denúncias. A maior parte desses casos não chega ao conhecimento estatal por uma naturalização social, em que testemunhas de abuso se omitem inclusive em casos extremos como a prostituição infantil. No Rio de Janeiro, o bairro de Copacabana por exemplo, é conhecido como um centro de prostituição onde nas noites são vistas meninas numa vida ilegal de exploração.
     A cultura do silêncio é incutida pelos pais na criação dos jovens na medida em que evitam falar sobre sexualidade por acharem que assim, estarão influenciando seus filhos a iniciarem uma vida sexual precoce. Contudo, o diálogo e o conhecimento sobre seu próprio corpo é um instrumento que pode ser usado pela criança ou adolescente para reconhecer efetivamente um caso de violência sexual e assim se sentir seguro para denunciar.
     Existem ainda os casos de abusos sexuais dentro da própria família da vítima. Esses, mesmo quando chegam ao conhecimento das autoridades é difícil de ser investigado corretamente devido as péssimas condições das sedes dos conselhos tutelares, principalmente no interior do país.
     Portanto, é necessário que as famílias sejam conscientizadas sobre seu real papel na formação dos jovens, que pode ser estimulada por palestras promovidas pelas escolas sobre a importância da educação sexual. A mídia através de campanhas televisionais pode apresentar as estatísticas, a fim de, mostrar ao governo a necessidade de se empenhar na melhoria dos órgãos investigativos e punitivos, em prol do combate a pedofilia.