O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    De acordo com dados do hospital Pérola Byington o número de casos registrados de pedofilia contra jovens de 17 anos em 2013 foi 2048 -índice de 54% maior que em 2003. Ademais, segundo o ministério da saúde todos os dias ao menos 20 crianças com idade entre 0 e 9 anos dão entrada em hospitais após terem sofrido violência sexual. Dessa forma fica evidente que o número de agressões contra crianças e adolescentes está crescendo e causando novas vítimas todos os dias. Por esse motivo faz-se necessário medidas para combater pedofilia no Brasil. É valido destacar dois possíveis fatores que influenciam para que novos abusos continuem acontecendo, entre eles do ponto de vista legislativo há ineficiência e insuficiência das leis. Por outro lado pouca divulgação sobre esse tipo de violência. Por consequência os danos físicos e emocionais causados são imensuráveis, deixando traumas que muitas vezes impedem o indivíduo de levar uma vida normal. Infere-se portanto que, diante do crescente número de casos de pedofilia no país, não apenas os governantes mas toda a sociedade deve mobilizar-se para combater e tentar acabar com esse quadro de agressões. Nesse sentido devem ser criadas políticas públicas engajadas em combater a pedofilia, palestras devem ser realizadas nas escolas para orientar crianças e adolescentes sobre o que é um abuso e orienta-los como agir diante desta situação, colocar em vigor leis mais rígidas, para penalizar os autores e ainda conscientizar os profissionais da saúde para denunciar casos identificados nos consultórios médicos.