O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    Em 18 de maio de 1973 uma menina de apenas 8 anos foi sequestrada, violentada e assassinada, no Espírito Santo, por criminosos  que nunca foram punidos, esse dia ficou conhecido como o dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.     Por dia, em média de 20 crianças de zero a nove anos de idade são atendidas pelo SUS após terem sidos abusadas sexualmente, de acordo com o Ministério da Saúde. Por sua vez, os causadores desse crime costuma ser conhecido da vítima ou até mesmo de sua própria família. Não é de hoje que vem ocorrendo isso, na idade média, houve um intenso combate a sodomia, que entre as suas variações, incluía a prática sexual com crianças.
       Esse abuso também pode se fazer pontes para outros problemas, exemplo disso é a prostituição, um adolescente ao passar por isso, acaba afetando muito seu psicológico levando a pratica de "vender" seu próprio corpo. Os pais devem estar sempre atentos ao comportamentos de seus filhos identificando mudanças, pois uma criança e/ou adolescente ao enfrentar isso acaba mudando, se tornando uma pessoa mais calada, isolada e assustada.
       Contudo, isso pode ser combatido ou amenizado através de campanhas informativas para dividir canais de denúncias com o disque 100. Outro método é o de incrementar uma delegacia que seja diretamente ligada a essa causa de crianças a adolescentes. Os pais devem conversar mais com seus filhos, observa-lós e ensina-lós a não esconder nada de estranho que venha acontecer com os mesmos.