Envie sua redação para correção
    Nos tempos modernos é notável a evolução de diversas pesquisas no Brasil, uma delas é sobre o combate à pedofilia. Uma área onde os protagonistas são pessoas de 0 à 9 anos, possuindo em números menores, outras idades. Um caso triste que infelizmente, acontece diariamente no país. 
          As situações mais frequentes descobertas por meio de denúncias, relatam que os abusos realizados pelo pedófilos, nome que designamos a quem pratica a pedofilia, são extremamente afetivos ao psicológico, à rotina e auto estima da vítima, principalmente por sofrerem esses momentos com pessoas do seu próprio convívio, uma vez que, o agressor na maioria dos casos são familiares ou intrafamiliar.   
              Ao passar dos dias se observa que acontece um aumento dos casos, mesmo não recebendo ligações denunciando de todas as cidades. Os abusos costumam ocorrer de forma silenciosa, ocasionando o acuamento da vítima. As crianças são quem mais sofrem, por conta da inocência e carência de conhecimento.
              Conversar abertamente com jovens e crianças é fundamental para a prevenção de um futuro ato pedófilo. Os colégios nos dias atuais, aprofundam nas aulas de conhecimento corporal, para conscientizar o dizer do "não" durante alguma tentativa suspeita direcionada aos seus alunos. O acompanhamento doméstico é importante, pois, mediante a qualquer mudança comportamental do jovem, é valioso um aprofundamento de perguntas e investigação sobre o cuidado pessoal.