O combate à pedofilia no Brasil

Envie sua redação para correção
    Segundo a organização mundial de saúde , estima-se que ao menos 20 porcento das meninas e mulheres até 18 anos já sofreram algum tipo de violência sexual . além disso tal ato é democrático , atinge todas as classes sociais , gênero e raça  em todo lugar do mundo. Com tantos crimes chocantes de abusos inclusive alguns dentro da própria casa com familiares , a pedofilia já se tornou um problema de saúde pública e que precisa ser combatido .
     Na sociedade porém, tal tema ainda é um tabu , há muitos casos em que existe o pacto de silêncio,ou por a criança não saber que aquilo o qual esta acontecendo é um abuso , ou quando é na família e os mesmos fingem não enxergar. Contudo uma criança vítima de tal violação fica com implicações emocionais , e que se não forem bem tratadas podem durar uma vida .entre os danos estão , a má formação de estruturas cerebrais, depressão , predisposição para as drogas e nos piores dos casos o suicídio.
      No Brasil criou-se o dia nacional do combate ao abuso e exploração de crianças e adolescentes ,18 de maio,data que faz analogia ao dia em que na cidade de Vitória , Espirito Santo , no ano de 1973 uma menina de 8 anos foi estuprada  , sequestrada e morta . De acordo com o Ministério da Saúde , ao menos 20 crianças com faixa etária entre 0 a 9 anos são atendidas em hospital públicos no Brasil , após serem vítimas de violações sexuais . além disso há os casos que não são computados como os atendidos por hospitais particulares e os que não chegam a esses lugares .
      O primeiro e mais importante passo para a prevenção, não é procurar agressor por agressor pois esses são inúmeros, é conversar abertamente sobre o assunto com a criança para que ela saiba que há alguém em quem confiar e pode contar tudo que acontece ,além de que aprende a conhecer e cuidar do próprio corpo. se não houver um bom dialogo nos dias em que o acesso a tudo é mais fácil,o indivíduo terá uma certa vulnerabilidade à situações como essa.