Envie sua redação para correção
    A questão da pobreza no Brasil tem origem em seu período Colonização. Época em que grande parte da população, com ênfase aos escravos, vivia em situação de extrema pobreza . Esse cenário, no entanto, continuou a fazendo parte da história do nosso país, mesmo após a conquista de sua independência e ainda nos dias de hoje, mesmo com avanço de sua economia e execução de políticas públicas de combate à pobreza. Por essa razão, são necessárias medidas inovadoras capazes de combater uma das principais mazelas enfrentadas em todo o mundo. 
      Um outro importante aspecto responsável para esse cenário foi o processo do êxodo rural que, por sua vez, levou milhares de pessoa em direção aos centros urbanos, sem que a maioria desse contingente de mão de obra fosse absorvido. Tudo isso contribuiu para o aumento da pobreza e marginalização nas grandes cidades levando à publicação de dados relevantes como o do IBGE: Atualmente, mais de 50 milhões de brasileiros estão vivendo em situação de extrema pobreza.
       Como alternativa ao combate à essa mazela, o empreendedorismo social se mostra uma medida bastante eficiente na mudança desse cenário. Isso porque seu fundamento tem como foco a inclusão e emancipação social através da geração de lucro aos envolvidos. Por meio dessa nova forma de empreender é possível gerar renda para a população  mias desfavorecida e com isso melhorar sua qualidade de vida, combatendo assim  a pobreza extrema e a desigualdade social no país.       
     Diante desse benefício, é importante o incentivo ao crescimento do empreendedorismo social no Brasil. Portanto, o Ministério da Economia ampliar a disposição de crédito a quem objetiva empreender socialmente e o MEC deve promover projetos educacionais nas universidades, com profissionais economistas, sobre maneiras de adotar essa medida a fim de combater a realidade de pobreza das comunidades locais. Por meio da educação pode-se construir uma sociedade menos desigual. Como  já disse Immanuel Kant: "O homem é aquilo que a educação faz dele".