Envie sua redação para correção
    Dizendo a respeito em empreendedorismo na sociedade, podemos afirmar em relação a negócios que geram lucros e, ao mesmo tempo, trazem ideias que contribuem para o desenvolvimento da sociedade. Diferentemente de ONGs ou empresas comuns, procuram solucionar problemas sociais visando rentabilidade. Seu público-alvo principal são pessoas que estão excluídas do mercado tradicional, o que ajuda a combater a pobreza e diminuir a desigualdade ao passo que oferecem as mesmas oportunidades a todos. 
    O mesmo costuma gerar retorno significativo para o empreendedor. No Brasil, o que não faltam são demandas, o que torna esse tipo de negócio ótima oportunidade para quem deseja empreende, gerando contribuição para mudar realidades nos mais diversos setores. O primeiro passo para investir no empreendedorismo social é identificar um problema da sociedade, independentemente do setor: alimentação, educação, mobilidade urbana, moradia, saúde, etc. 
    
    Porém, não adianta apenas ter uma ideia inovadora se você não conhece a fundo o problema. É necessário conviver com seu público-alvo para entender melhor quais são as suas necessidades. Se muitos negócios tradicionais não dão certo porque não atenderam a dor do cliente, aqui esse risco fica ainda maior dado à sua complexidade.
    
    Depois de levantar todas as informações necessárias, um próximo passo é colocar todas as ideias no papel, disponibilizando-as para colocá-las em pratica, podendo definir um plano de marketing, uma proposta de valor e  de orçamento ou custos. 
    O empreendedorismo social ainda esbarra em diversos desafios, quem investe em negócios desse tipo precisa testar modelos até encontrar algum que dê certo.