O impacto dos blocos econômicos no comércio de seus integrantes.

Envie sua redação para correção
    Desde do surgimento da União europeia que passou a ocorrer outros blocos econômicos,com funções de facilitar a troca de produto.Dessa forma,acontece protecionismo com sua mercadoria como também as regras de se estar em um bloco econômicos e não em outro.
      Em primeiro lugar,muitos países querem preservar seus produtos não querendo a participação em grupos.Grande parte dos produtos fabricados nos países tende a serem mais caro,pois a matéria-prima e a mão de obra é pouco abundante,com isso a entrada de outras mercadorias com o menor valor faz com que haja o maior consumo por produto do exterior,por exemplo,o Brasil consome produto da China que é barato,o problema e a entrega,mas havendo um bloco econômico entre eles poderiam facilitar e até não haver a taxa de alfândega.
      Em segundo lugar,todo bloco tem regra,mas existem algumas que impedem a entrada em outros.O Brasil participa apenas do Mercosul que teve oportunidade em 2004 de ter participado da União europeia,porém com suas condições de já estar em um bloco econômico não conseguiu,no qual,hoje,brasileiros tem a taxa de alfândega alta de países da Europa,mas  não é só o Brasil,a China vem sofrendo com a sobretaxação do Eua,segundo El país.Desse modo,devem ser respeitado os preceitos,contudo não pode ser abusado.
      Portanto,fica claro,tem protecionismo com produto e as cláusulas entre blocos econômicos.Ministro do comércio e relação interncional juntos devem rever as condições do Brasil no Mercosul,depois se relacionar com outros blocos para diversificar a mercadoria como também pode ficar barato para o brasileiro. Mídia pelos canais midiáticos(tv,rádio e internet)mostra os diversos blocos econômicos que existem para a sociedade se policiar.