Envie sua redação para correção
    Cordial, é a maneira com a qual entende-se o mecanismo de atuação e relacionamento brasileiro entre os seus pares, e na percepção de povos extranacionais. Sociologicamente, Sérgio Buarque de Holanda, junto a obra "Raízes do Brasil", interpreta tal conduta vinculada a nacional percepção de bom trato, gentileza personalizada e a real necessidade de fazer tudo com seus carisma peculiar e inerente. Tal característica é muito atuante principalmente em seus desenvolvimento comercial. O indivíduo brasileiro é único em campos de abordagem e persuasão. O impacto dos blocos econômicos no comércio de seus integrantes é produto da atividade histórica de um povo malemolente que dificilmente se nega a algo.  Assim, o caminho comercial com maior liberdade e o desenvolvimento da maioridade na relação internacional, são fatores preponderantes e integralmente decisivos.
    Em posse de tal perspectiva, Pierre Bourdieu, sintetiza que tudo aquilo que fora concebido para ser ferramenta de democracia direta, não deverá ser convertido em mecanismo torpe de opressão simbólica. Dada análise, aplica-se em restrição a quais ferramentas conectivas comerciais, aprisionam determinadas liberdades nacionais no que tange o relacionamento com novos mercados externos. Isto vê-se na premissa constituinte do Mercosul; bloco que restringe mais profunda atividade entre Brasil e nações europeias, por exemplo.
    Ademais, ao mesmo tempo em que preservam-se tais relações com nações fronteiriças, permitindo que estas - Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela - exerçam uma espécie de tutelado; perde-se em meios de difundir e propagar tantas outras oportunidades comerciais. Dado contexto resvala-se no conceito de busca da maioridade por Immanuel Kant, emancipando-se e autogerindo-se.
    Neste ínterim, medidas que modifiquem esse cenário, são necessárias. Para a obtenção de mais diversidade comercial, é preciso que o Ministério das Relações Exteriores, viabilize tratados que preservem maior liberdade e independência de integrar-se produtiva e comercialmente com ainda outras regiões nacionais; dando-se por meio de encontros com atuais parceiros, redefinindo aspectos que cerceiam tais possibilidades individuais de atuação. Far-se-á com finalidade de alargamento participativo mundial, propiciando desenvolvimento econômico e notoriedade nos meios de capital.