Envie sua redação para correção
    Já dizia Karl Marx, "O Governo do Estado moderno é apenas um comitê para gerir os negócios comuns de toda a burguesia", isto é, cada país atenta-se apenas para seus interesses, porém, tratando-se de um acordo de blocos econômicos a situação fica um pouco mais complicada, já que é um conjunto de países com uma grande diversidade de pensamentos. Causando divergências na hora de tomadas de decisões. 
         O acordo entra Mercosul e União Europeia, no ponto de vista econômico é fantástico para o Brasil, porém, deve-se atentar aos fatos, outros países no Mercosul praticam políticas protecionistas, causando a insegurança da União Europeia em selar acordos com o Brasil, já que este está no bloco Mercosul. 
        Todavia nem sempre acontece como na teoria, ocorre de alguns países barrarem acordos de outros membros,como aconteceu com o Brasil. Em 2004, o país não realizou um acordo com a UE, já que em cláusulas do Mercosul, só poderia negociar com a participação de outros países membros.Acontecimentos como este,gera desconforto entre países e principalmente a perda de capital,além de desmotivas negociações futuras.       Em resumo, é fato que os blocos econômicos são tendência global e ajudam os participantes a alavancarem sua economia, sendo necessário portanto, uma maior participação e engajamento de países em seus blocos,além de proporcionar políticas econômicas como a abertura de capital estrangeiro, causando assim, o interesse de países desenvolvidos.