O lixo e a sociedade de consumo no Brasil

Envie sua redação para correção
    No filme Wall-E, retrata-se como cenário principal a Terra, no ano de 2700, basicamente debilitada, de modo, a formar um grande depósito de lixo. O personagem principal é um robô, chamado Wall-E, que foi criado para compactar e organizar todo o entulho. Enquanto isso, os seres humanos se protegem da toxidez do planeta em uma estação espacial, até que possam voltar para habitá-lo. Fora da ficção, é fato que a situação ilustrada, traz uma reflexão sobre o tratamento que se dá ao lixo nas sociedades atuais. Diante disso, se a sociedade e o Estado continuarem omissos em relação a essa questão, o Brasil pode representar um caso análogo ao filme, em um futuro próximo, lamentavelmente. 
       Em primeiro lugar, é indubitável avaliar o que favorece a produção vultosa de lixo. O Brasil é uma sociedade marcada pelo consumo desenfreado e irresponsável influenciado, sobretudo, pelas ações midiáticas. Algumas empresas produzem mais facilmente do que vendem, portanto, usam-se ferramentas de persuasão- as propagandas. Deste modo, ao rotularem seus produtos novos sempre como melhores, o produto anterior será considerado dispensável, sendo trocado continuamente e desta forma a quantidade de lixo continuará aumentando ao longo dos anos em uma relação exponencial.
        Em segundo lugar, mesmo que parte da situação caótica do lixo decorrente do comportamento social, a falta de políticas públicas no encaminhamento consciente desses resíduos é outro grande impasse. Destarte, sem uma política pública rígida algumas empresas continuam a produzir seus produtos sem uma ética sustentável, sem pensar no destino do lixo. Segundo o ativista politico Martin Luther King, “Hoje é sempre o dia certo, de fazer as coisas certas, da maneira certa. Depois será tarde”, dessa forma é necessário mudar o olhar hodierno de muitas empresas através do poder legislativo.
       Portanto, minimizar os impactos negativos decorrente da produção do lixo não é um tarefa fácil, porém, tornar-se-á através das propostas sustentáveis. Dessa forma, cabe ao Ministério do  Meio Ambiente a elaboração de leis que determinem que as empresas utilizem materiais biodegradáveis em seus produtos ou  os produzam através da reciclagem. Outrossim, o Ministério da Educação deve instituir, conjuntamente as escolas, o ensino através de palestras para os estudantes, desde a infância, como consumir conscientemente o necessário, mas também, reconhecer propagandas persuasivas e através de campanhas midiáticas a mesma proposta aos cidadãos. Desta maneira, podemos  garantir uma melhor qualidade de vida para o corpo social e o filme "Wall-E" poderá ter sido um alerta para que não reproduzíssemos o caso caótico da ficção, preservando e recompondo o nosso país que é assim com citado por Jorge Ben Jor, "Bonito por natureza".