O lixo e a sociedade de consumo no Brasil

Envie sua redação para correção
    Durante a Revolução Industrial século XVIII, houve um crescimento da produção industrial e um aumento da população, no qual ocorreu diversas transformações que foram ocasionadas com o surgimento das transnacionais que incentivaram o consumo em massa provocando um aumento de lixo. Dessa forma, no Brasil, o alto consumo da população provoca graves problemas ao meio ambiente devido ao descarte irregular de detritos, sendo necessário analisar suas principais consequências.
      Em primeiro plano, de acordo, como mostra o documentário "A história das coisas" de Annie Leonard, o consumismo tem causado o aumento desenfreado de entulhos na sociedade. Nesse sentido, com o advento do capitalismo aliado posteriormente, à globalização, a sociedade pós-moderna brasileira adquiriu características peculiares como o consumo em excesso e irresponsável, influenciados pelos sistemas, e principalmente pelos meio de comunicação a (comprar, e o lixo é descartado sem os devidos cuidados nas ruas, fomentando os problemas ainda maiores.
     Em um plano mais aprofundado, de acordo com o físico Isaac Newton , toda ação gera uma reação de igual intensidade e sentido contrário. Nesse sentido, a ação antrópica causa impasses hediondos para si e para a própria natureza em consequência da má gestão, o lixo é levado para as tubulações contribuindo para inundações e proliferação de doenças como a dengue e leptospirose, as quais surgem principalmente em lixões a céu aberto atraindo vetores, a maneira que, encontram ambientes propícios à sua sobrevivência. Outrossim, é relevante ressaltar que os metais pesados, levam a morte de peixes, sendo necessário uma reeducação da sociedade.
     Percebe-se, portanto, que medidas devem ser tomadas a fim de atenuar o problema. Cabe aos Ministérios do Meio Ambiente aliado ao da Educação,  ampliar a política do 5 Rs, (Reduzir, repensar, reciclar, reutilizar, recusar), alterando a grade curricular das escolas e dessa forma criando uma nova disciplina relacionada à sustentabilidade e coleta seletiva para todos os jovens, com o propósito de garantir uma reação positiva para o país.