Envie sua redação para correção
    A massificação do desuso 
    A animação “Wall-e”, retrata um futuro próximo, no qual, o acumulo desmedido de lixo tornou a biosfera inóspita a vida, causando o êxodo da população na busca por outro planeta. Nesse sentido, a problemática do lixo está sujando os municípios brasileiros. Fato esse, tem raízes na cultura do consumo e na falta de medidas governamentais efetivas. 
    Primeiramente, após a crise de 1929, o governo Vargas iniciou o período “Nacional Desenvolvimentista”, aonde o Estado influenciava a economia para gerar emprego e consumo. Sendo assim, a compra alavancou o crescimento, mas com o advento da “Revolução Técnico Científico Informacional”, que por meio da “obsolescência programada” reduz a vida útil dos bens, fomentou o consumismo, provocou um fetiche em ter algo atual, sobrepujando a ideia de compra por necessidade. Decerto, fez ocorrer o aumento do lixo eletrônico. Para o escritor José Saramago, “Tudo é banal, tudo está sujeito ao consumo”. 
    Ademais, falta fiscalização e ações do Estado. Visto que, o próprio “Plano Nacional de Resíduos Sólidos”, criado pelo Ministério do Meio Ambiente, tentou acabar com os lixões a céu aberto, passados 5 anos do prazo, as mudanças praticamente não aconteceram. Somado a isso, a coleta seletiva não é realizada em todos os locais, seja pela falta de investimentos em veículos para recolhimento, coleta realizada apenas nas áreas centrais, seja pela falta de informação da população sobre reutilização, separação e locais apropriados de descarte. 
     Fica evidente, portanto, que atitudes precisam existir para tratar e reduzir o descarte. Cabe ao executivo, conceder incentivos fiscais, a empresas que realizem a migração de retorno e reciclagem dos produtos que já estão em desuso, implantar aterros, conforme o plano de resíduos. Cabe a escola, repassar ao corpo discente, meios de reutilizar e reduzir, a exemplo da utilização de material orgânico em hortas comunitárias. Dessa forma, minimizando o risco da Terra chegar a uma situação análoga ao filme.