O lixo e a sociedade de consumo no Brasil

Envie sua redação para correção
    A produção de lixo sempre foi inerente à humanidade, pois no momento que há consumo, é inevitável a produção de resíduos. No entanto, a sociedade de consumo aumentou drasticamente a produção desse material e por isso, deve-se procurar medidas com o objetivo a amenizar esse problema no Brasil.
     Em meados do século XX surge um sistema de produção nos Estados Unidos que não iria demorar muito para chegar ao Brasil: o Fordismo. Nesse, há enormes filas de produção de objetos que ao serem feito em massa acabam por barateá-los e deixar mais acessível ao público das classes menos favorecidas. Se por um lado há maior disposição de bens no mercado, por outro cria um enorme problema na sociedade que é a enorme produção de lixo na sociedade. De acordo com o Instituto GEA é estimado que 14 milhões de quilos desses resíduos por dia e esse número só tende a aumentar, o que é extremamente preocupante, visto que a enorme maioria desses materiais não passam por um processo de coleta seletiva, são apenas jogados em grandes terrenos a céu aberto.
     Ademais, as empresas, principalmente de tecnologia, tem um papel fundamental nesse problema, pois quanto mais cedo um usuário trocar de aparelho eletrônico, mais lucrativo é para a companhia, por isso alguns aparelhos após 2 anos de uso começam a dar defeitos ou apresentar lentidão. De acordo com o Google, no Brasil, a cada 2 anos há um pico de reclamações a respeito de problemas nos smartphones, principalmente da  Apple, levando assim, muitas vezes o usuário descartar seu telemóvel e comprar um outro, gerando lixo eletrônico, o que se jogado em lixões, infelizmente, irão contaminar o lençol freático prejudicando o ecossistema local e afetando a qualidade da água, o que mostra a total irresponsabilidade e ganância praticada por essas gigantes da tecnologia.
    Analisado o exposto,faz-se necessário tomar medidas urgentes para amenizar essa problemática. Em primeiro lugar, deve-se criar uma agência reguladora, por meio do Governo Federal, que tenha o objetivo de analisar aparelhos eletrônicos e indicar caso eles venham manipulados de modo a terem uma durabilidade curta, desse modo irá contribuir bastante para a diminuição do descarte desse lixo. Em segundo lugar, deve-se por meio do Congresso Nacional e posteriormente do MEC(Ministério da Educação), em que institua uma disciplina com vistas a explicar o real impacto do lixo e como ele está diretamente ligado à uma sociedade consumista. Feito isso,sem dúvidas, ocorrerá uma brusca redução no descarte desses materiais devido a uma maior conscientização sobre o assunto.