O lixo e a sociedade de consumo no Brasil

Envie sua redação para correção
    O Brasil é o maior produtor de lixo da América Latina descartando quase 80 milhões de resíduos sólidos por ano. Nessa perspectiva, observa-se que há um excessivo consumo de bens não duráveis e que o despejo incorreto dos mesmos acarreta problemas ambientais e na saúde humana. Dessa forma, vê-se o quão é importante eliminar corretamente a sujeira e a necessidade de se utilizar apenas o necessário na vida humana para que, consequentemente, haja uma redução no número de materiais eliminados diariamente.
          Em primeiro lugar, com a implementação da Revolução Industrial houve um aumento no consumismo brasileiro, as pessoas começaram a adquirir objetos que não precisavam, pois estavam convencidas de que tal seria essencial em suas vidas. Prova disso é o crescente número de propagandas voltadas para determinado produto e a baixa vida útil do mesmo que, como resultado, acaba gerando muito resíduo. Logo, não há dúvidas que o ser humano é influenciado a aderir determinado comportamento e que não há uma importância voltada para o destino final do que se é utilizado diariamente.
          Em segundo lugar, os lixões a céu aberto são os principais destinos do que se é consumido, eles, por sua vez, acabam liberando o metano (CH4) na atmosfera - influenciando no aumento do efeito estufa do planeta - e produzindo um líquido percolado, também chamado de chorume, que pode poluir águas subterrâneas e, de modo consequente, acabam causando impacto na saúde humana. isso faz inferir que há uma perturbação no meio ambiente e que tal proporciona a intensificação de processos naturais que atuam em todo o planeta.  
          Destarte, é mister que o Estado tome providências para superar o quadro atual. Para que haja um processo devido de tratamento de lixo, urge que o governo deve, por meio de investimentos públicos, aumentar o número de redes de compostagem no país para que os resíduos tenham um destino mais ecológico e passam ser reutilizados pelo homem na agricultura, com o fito de reduzir os impactos ambientais e proporcionar soluções viáveis para os materiais descartados. Outra medida eficaz é o cidadão buscar não se alienar com falsos ideais e sempre colocar o lixo em seu devido lugar para que facilite o trabalho dos coletores, só assim o Brasil poderá progredir e desfazer sua "fama" de grande produtor de resíduos sólidos.