O papel das startups de educação no Brasil.

Envie sua redação para correção
    Startup é um aglomerado de pessoas à procura de um modelo de negócio que envolva a tecnologia, com o intuito de ser rentável e prático. Nesse ramo, surgem as edtches que são as startups de tecnologia da área de educação. Essas empresas têm o objetivo de facilitar a vida de pais, escolas e estimular o aprendizado. Tornando-se uma excelente ferramenta da educação no Brasil, tentando diminuir a evasão escolar e incentivar a democratização do ensino. 
     No Brasil existem diversas edtechs, conhecidas popularmente como “escolas do futuro “. A exemplo de: Stoodi, Descomplica, Imaginie, Proenem, entre outras ferramentas que ajudam os alunos a desenvolverem o seu potencial. De uma maneira inovadora, porque a metodologia de ensino é feita de forma individual para cada aluno. Assim sendo, facilita o aprendizado, aumenta o engajamento deles e diminui a evasão escolar. Contudo, o Brasil é um país com dimensões continentais e nem todos os habitantes possuem acesso à internet, o que dificulta a inclusão dos mais pobres para esse novo mecanismo de educação. 
     Segundo o escritor, Joseph Krutch, “a tecnologia tornou possível a existência de grandes populações. Grandes populações agora tornam a tecnologia indispensável”. Diante de tal contexto, é importante ter a revolução do ensino, já que as novas gerações são acostumadas ao uso da tecnologia e isso precisa ser integrado no âmbito escolar. Além disso, com as edtches é possível democratizar o ensino, pois com elas, qualquer um pode usar, basta ter acesso à internet. 
     Portanto, o Ministério da Educação tem que investir na reestruturação das escolas para que elas tenham estruturas para ter acesso à internet e consequentemente as edtches. Com isso, aumentará o engajamento dos alunos com as novas formas de ensinar, incentivando eles ficarem nas escolas. À medida que o Ministério da Ciência e Tecnologia incentiva processos científicos para aumentar as edtches. Só desta maneira, irá se alcançar a democratização do ensino.