Envie sua redação para correção
    Com a chegada da Corte portuguesa, em 1808, no Brasil, deu-se início a um período muito próspero. Assim, a realeza trouxe novos meios administrativos, econômicos e educacionais, como a criação das primeiras universidades, o que marcou o intelecto nacional. Séculos após, as técnicas de aprendizagem se tornaram cada vez mais modernas, e com isso, o papel das startups se tornaram fundamentais para a educação no país, seja pela flexibilidade que elas oferecem, seja pela exigência do mercado consumidor.
                   Primeiramente, é importante salientar que a era digital requer muito dinamismo. Assim, estas empresas virtuais de educação, conhecidas como edtechs, oferecem flexibilidade de horário, conteúdos e lecionadores , o que é um grande diferencial, já que , assim, atingem variados tipos de públicos. Mas, segundo a editora Pearson, as pessoas mais jovens são as que preferem esse tipo de ensino, pois possuem maior acessibilidade a tablets, celulares e a internet em geral. Exemplo disso, são os cursinhos online que oferecem, também, um preço melhor do que os presenciais, e que atraem cada vez mais alunos pelas suas inúmeras vantagens. Desse modo, fica claro o quando a maleabilidade é um atrativo dessa modalidade.
                    Posteriori, é válido lembrar que o mundo capitalista exige cada vez mais de tudo o que faz parte dele, e os métodos de ensino não fogem à regra. Assim, as startups se enquadram, analogamente, na ideia evolutiva de Darwin, de modo que só as empresas mais aptas permanecem no mercado, pois, com certeza, essas investiram em qualidade e tecnologia de ponta. E segundo o IBGE( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o país esta está mais que adequado à educação, já que mesmo em meio à crise, esse é o tipo de negócio que mais cresce na nação. Modelo disso, é a edtech " Já Entendi", que garantiu seu espaço oferecendo a base da aprendizagem. Isso, revela o quanto as startups são fundamentais para a comunidade.
                       Dado o exposto, é evidente que a educação do Brasil só tem a ganhar com a presença das startups. Cabe, aos Governos Municipais facilitarem ,cada vez mais, o acesso das pessoas a esse tipo de educação, disponibilizando nas escolas mais computadores e quadros digitais, de modo que os alunos tenham aulas através das edtches, a fim  de que possam se habituar com a nova realidade. Urge, também,  ao Governo federal impulsionar estas empresas a crescerem no país, por meio da redução de impostos e taxas de funcionamento, para que aja motivação e o número de startups só aumente, a fim de que todo o país seja beneficiado com tamanha tecnologia. Desse modo, a nação estará só evoluindo positivamente.