Envie sua redação para correção
    As "startups" são empresas iniciantes que possuem o objetivo de aprimorar diversos setores, e possui, geralmente, base tecnológica. Dessa maneira, é possível utilizar esse meio a fim de melhorar inúmeros ramos sociais, como na mobilidade urbana. Portanto, esse recurso, se aplicado em cidades com deficiência nesse tipo de mobilidade, pode ser crucial para o melhoramento das condições de vida nos grandes centros urbanos. 
     Em primeiro lugar, vale salientar que o papel das "startups" é fundamental quando se trata de mobilidade urbana. Desse modo, é notório que essas iniciativas vêm melhorando cada vez mais as condições de vida na sociedade brasileira. Ademais, um exemplo disso é a empresa "iFood" que tem como objetivo proporcionar "delivery", ou seja, o frete de alimentos para outras empresas, formando uma espécie de terceirização. Dessa forma, uma vez que um indivíduo não precisa sair de casa para buscar um alimento em outro local, menos um veículo estará deslocando-se na cidade, e assim pode-se evitar diversos stress do dia-a-dia, como o trânsito.
     Em vista disso, as "startups" tornam-se cruciais para o fim dessa problemática, que é o constante stress vivido nos centros urbanos. Todavia, para que esse recurso seja implementado em todas as grandes cidades do Brasil, é de suma importância a atuação a atuação do Governo Federal, como incentivo para tal ação. Além disso, seria indispensável a colaboração social para que tudo ocorresse de forma harmônica, e assim, fazer com que essa seja uma alternativa viável para todos os municípios brasileiros que sofrem essa problemática. 
     Em suma, cabe ao Governo Federal, em parceria à mídia televisiva, incentivar empresas alimentícias (como McDonald's e Burguer King) a acatar negócios com "startups" (como iFood), por meio de campanhas realizadas em propagandas de televisão, a fim de solucionar problemáticas vividas diariamente na sociedade brasileira, e principalmente nos grandes centros urbanos.