Enviada em: 20/10/2018

Segundo o filósofo inglês John Locke, é dever do Estado garantir e expandir os direitos a todo os cidadãos. No entanto, apesar de a maioria da população estarem inseridas no ambiente digital, a falta de acesso aos novos meios de comunicação por parcela da sociedade brasileira, apresenta-se como um grande mal a ser enfrentado no país. Nesse sentido, convém analisarmos as principais causas, consequências e possível solução para essa problemática.   De acordo com o portal de notícias G1, há mais celulares do que cidadãos no Brasil. Esse fato, felizmente, mostra que a maioria dos indivíduos estão integrados novos aos produtos digitais, sendo de vital importância na sociedade contemporânea, devido à facilidade de diálogo, por intermédios de redes sociais, aos amigos e familiares distantes, que somente é possível através desses serviços.    No entanto, mais de um terço da população ainda não possuem acesso à internet no país, segundo o canal televisivo Globo News. Essa ocorrência, lamentavelmente, demonstra que uma parcela da população não está integrada plenamente no Brasil, sendo a maioria por conta da baixa condição financeira, dificultando que esses indivíduos possam obter essa oportunidade para mudar a sua realidade atual.    Dessa forma, a fim de seguir os ideais propostos por John Locke, o poder Executivo em consonância com o Legislativo deve implementar um projeto de lei, disponibilizando internet gratuita em comunidades carentes do país, em acordo com empresas que ofertam esse tipo de serviço. Essa atitude, ocasionaria novas oportunidades para esses cidadãos marginalizados da sociedade brasileira....