Envie sua redação para correção
    A partir da Revolução Verde, foi possível alcançar maior modernizações  tecnológicas no campo. Essas inovações tiveram como objetivo aumentar a produtividade, que entre outras técnicas, utilizou-se dos agrotóxicos. Nesse processo, denota-se problemáticas relacionadas ao uso indiscriminado desses produtos. Nos quais, provocam efeitos nocivos no meio ambiente e na sociedade. De modo que deve ser combatido.
       Convém ressaltar, a princípio, que os agroquímicos quando utilizados de forma indevida tornam-se responsáveis pela degradação ambiental. Pois, o seu uso contaminam os solos e os rios. Isso porque a chuva faz escorrer pesticidas que poluem os cursos hídricos. Além disso, esses tóxicos prejudicam a fixação de nitrogênio, já que matam os microrganismos existentes na região do uso. Esses fatores são comprados ao salientar que, segundo dados divulgados no Jornal da Usp, o Brasil é o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo.
       Em segunda análise, nota-se a importância de salientar os prejuízos relativos as doenças causadas pelo manuseio e consumo de tóxicos. Consoante ao documentário ''O Veneno está na Mesa'', dirigido por Silvio Tendler, o problema tem início na falta de especialização dos trabalhadores rurais, aja visto que grande parte dessas pessoas não possuem treinamento adequado, o que causa doenças respiratórios e o câncer. Ademais, as doenças atingem também os consumidores, tal como demonstra a Anvisa, na qual 70% dos alimentos contêm agrotóxicos.
       Diante dos fatos supracitados, faz-se fundamental que o Ministério da agricultura propicie maior fiscalização nas propriedades agrícolas. Na qual, pode ser realizada através dos agentes da Anvisa, que devem ir até esses locais e garantir o uso equilibrado e legal dos agrotóxicos. Além disso, esses atuantes podem promover melhor capacitação dos produtores rurais, de modo que, expliquem as vestes e equipamentos que devem ser usados para o manuseio dos agroquímicos. Para que faça-se possível a segurança do meio ambiente, dos trabalhadores e consumidores.