Envie sua redação para correção
    Agricultura tóxica 
           Um país cuja agricultura é uma das principais atividades econômicas, encontra-se em um cenário desordenado perante os agrotóxicos. No Brasil, a busca ambiciosa por uma safra valorizada, coloca em risco a vida de muitos que, ao desejo de se manter saudável por meio da adesão de frutas e legumes na dieta, por fim, gera um tormento. Nessa situação, a grande quantidade de produtos químicos que estão sendo utilizados nas plantações, é capaz de levar um ser vivo a óbito ao consumir determinado alimento.
           Nota-se que, a taxa de uso dos pesticidas quase dobrou em uma década. De acordo com a Universidade de Campinas, os trabalhadores rurais são quem mais sofrem com esse problema,  quase dois milhões aturam a intoxicação causada pelos produtos. Entretanto, essa grande problemática nos campos, ocasiona uma desestabilização econômica para o país, a grande quantidade de contaminação faz com que a mão de obra rural diminua e, junto a produtividade.
           Outrossim, a fauna brasileira, rica em inúmeras espécies, se torna uma vítima considerável dos agrotóxicos. Nisso, áreas são devastadas para o plantio e a extrema contaminação envolve o habitat de muitos seres vivos; diversos rios são contaminados; um grande número de animais morrem intoxicados e, consequentemente, a biodiversidade de um local é destruída para produzir alimentos venenosos, o qual torna nítido que uso exagerado de agrotóxicos não gera nenhum avanço para a saúde dos seres vivos.
           Torna-se evidente, por conseguinte, que é indiscutível a redução do uso de agrotóxicos nas plantações e, para isso, o Ministério da Agricultura deve conscientizar os agricultores investir na construção de gigantescas estufas em vez dos produtos químicos e, dessa forma, reduzir o número de contaminação de suas lavouras e proporcionar uma diminuição drástica nas taxas de contaminação dos seres. Além disso, a Lei relacionada ao uso de agrotóxicos tem de ser cumprida de forma mais rígida, cabe ao Ibama e a Anvisa fiscalizar as plantações e examinar os alimentos antes de serem vendidos, para que apenas alimentos ricos em bons nutrientes cheguem as pratilheiras dos estabelecimentos comerciais.