Envie sua redação para correção
    "O importante não é viver, mas viver bem",segundo Platão, a qualidade de vida tem tamanha importância que ultrapassa a da própria existência.Entretanto no Brasil essa não é uma realidade para a população, que são os mais afetados pelo uso de agrotóxicos.Com isso, ao invés de agir para tentar se aproximar da realidade escrita por Platão da vivenciada por estes indivíduos, a permissão da legislação brasileira e a negligência de informação, acabam contribuindo para a situação atual.
      É indubitável que a questão governamental e a sua aplicação estejam entre as causas do problema.Segundo o filósofo grego Aristóteles, a política deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça, o equilíbrio seja alcançado na sociedade.De maneira análoga, é possível perceber que, no Brasil, a prática legal de agrotóxico rompe essa harmonia, haja vista que esse uso causa grandes problemas ambientais e de saúde por todo o mundo.Os casos vão desde intoxicação de trabalhadores durante o processo de produção, até a intoxicação de cidades inteiras.Apesar de muitos desses agrotóxicos já serem proibidos na União Europeia, no Brasil eles ainda são largamente utilizados sem proibição, causando assim um rompimento da prática descrita por Platão.
      Outrossim, destaca-se que a omissão de informações também é um impulsionador do problema. De acordo com Durkheim, o fato social é uma maneira coletiva de agir e de pensar.Seguindo essa linha de pensamento, observa-se que a existência de agrotóxico nos alimentos virou um fato social que muitos não sabem a fundo o que estão ingerindo e causando ao seu corpo.No Brasil, estamos consumindo o equivalente a 7,3 litros de agrotóxicos por pessoa todo ano.Esse uso contínuo acaba com a fertilidade do solo e cria um ciclo negativo: plantas doentes,"pragas" mais resistentes, solo pobre e muitas mortes.Dessa maneira a uma extrema necessidade de informar a população para que assim elas possam viver bem.
      É evidente portanto, que ainda há entraves para que todo mundo possa viver bem.Destarte, o poder Legislativo deve criar leis com o intuito de banir o uso de agrotóxicos e implantar uma política nacional de agroecologia, que utiliza de adubos naturais, mantém o solo fértil, tem alta produtividade, gera mais empregos e o mais importante não faz mal a saúde.Como já dito pelo pedagogo Paulo Freire, a educação transforma as pessoas e essas mudam o mundo.Logo, o Ministério da Educação(MEC) tem a obrigação de instituir, nas escolas, palestras ministradas por Nutricionistas, que discutam o combate de uso do agrotóxico, as fim de que a sociedade se desprenda de falsas ideias e seja mais informada da realidade para que a partir disso viva bem.