O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Segundo a primeira lei de Newton um corpo sairá do seu estado inercial se houver uma força atuante, que provocará a movimentação do objeto, alterando assim seu estado estático. Analogamente, é axiomática a questão de que o uso irresponsável e deliberado de agrotóxicos no Brasil e no mundo, apenas será resolvido se uma "força" ou seja, uma ação ou medida for aplicada para combater tal problemática. Diante do exposto, é evidente que as consequências advindas desses produtos estão relacionadas com o  processo da expansão agrícola, e que expõe a população e o meio ambiente a consequências danosas.
       A Teoria Malthusiana, afirmou que a densidade populacional iria crescer,assim a demanda alimentícia aumentaria. Diante dessa afirmativa, é correto relacionar aumento populacional e o de defensivos agrícolas, uma vez que devido á ampliação demográfica certamente o consumo  aumentaria e por sua vez o uso de agrotóxicos nesses alimentos para a preservação e crescimento rápido seriam usados,  atendendo a demanda mundial.Não somente isso, mas a mecanização da agricultura contribuiu com a dispersão desses pesticidas nas propriedades, atraindo grandes fazendas pela facilidade em despejar insumos nas plantações de forma rápida.Conclui-se então, que apesar de haver a atuação efetiva em promover lucro na agricultura devido ao  amplo consumo, como investimentos em máquinas e novos biocidas ou pesticidas é patente o retrocesso na resolução do estado inercial que se encontra a problemática.
       Outro fator preocupante na utilização de defensivos são os impactos nocivos á saúde humana. A partir disso é possível depreender que a expansão agrícola e a revolução verde podem representar um avanço na quantidade da distribuição alimentícia,porém, é inquestionável que a má qualidade dos alimentos reflete na saúde de cada individuo exposto aos agrotóxicos,promovendo assim,um retrocesso  no cuidado á saúde do corpo social .Além disso, é importante salientar os efeitos ao meio ambiente como seleção de organismos resistentes,bioacumulação,e a possível extinção tanto de microrganismos como de plantas. 
        Diante dos fatos supracitados,faz-se necessário portanto,que medidas sejam feitas para combater tal realidade.Assim, é importante que órgãos de fiscalização sejam mais rigorosos em fiscalizações, aplicando multas para o uso indevido de agrotóxicos diminuindo assim, a taxa de mortes  e doenças em agricultores e moradores tanto da cidade como também da zona rural.Não somente isso,mas é essencial que o governo incentive a produção e consumo de produtos orgânicos, diminuindo a o uso dessas substâncias,reduzindo os riscos á população e ao meio ambiente.