Envie sua redação para correção
    "O importante não é viver, mas viver bem". Segundo Platão, a qualidade de vida tem tamanha importância, de modo que ultrapassa à própria existência. A produção agrícola cresce à cada ano, o uso excessivo de pesticidas provoca patologias neurológicas, e os agricultores familiares sofrem prejuízos em suas plantações.
      Na primeira análise os casos de complicações neurológicas são frequentes à cada ano. O excesso de agrotóxicos nos alimentos intoxica o sistema nervoso do indivíduo. O consumo deste, prejudica o desenvolvimento: físico e psicológico, por conseguinte, os casos mais agravantes, resultam à morte. O Brasil, um dos maiores consumidores de agrotóxico, conquista o terceiro lugar. Posição que dispensa comemorações.
       Na segunda análise os agricultores familiares são os responsáveis por 70% de todos os produtos consumidos pela população, segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura). Contudo, alguns destes se prejudicam com as pulverizações aéreas irregulares. Como o caso da produção de seda, colheita prejudicada devida à morte das lagartas, caso ocasionado pelo uso de agrotóxicos. Todavia, há prática do cultivo de orgânicos vem ganhando destaque: os sistemas agroecológicos.
       Não obstante, correlacionado os fatos, fica evidente à importância de se viver bem. O ministério da Agricultura (MAPA), e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária(ANVISA), devem ser mais incisivas nas fiscalizações: analisando à quantidade de agrotóxicos introduzidos nas plantações, observando as pulverizações aéreas irregulares. Não obstante, a população deve ser participativa, analisando seus representantes e observando projetos de leis aprovados.