O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Compreende-se por bioacumulação, como o acumulo de substâncias não biodegradáveis no organismo, que tem sua concentração repassada e aumentada ao longo da cadeia ecológica, afetando todos os indivíduos e o ambiente ao seu redor. Contudo apesar de inúmeros avanços tecnológicos, há o uso intensivo de agrotóxicos, uma substância não biodegradável, de forma incorreta e excessiva prejudicando todos os inclusos desta cadeia.
      Primeiramente, o manejo incorreto deste defensivo agrícola, afeta diretamente e indiretamente todo o sistema. Pois a acumulação no organismo e contaminação de solos e águas, quando consumidos pelo indivíduo acaba se acumulando, logo com o passar dos anos e devido seu aumento de concentração pode acarretar dentre doenças até a morte.
      Portanto o ser humano como topo da cadeia acaba diretamente afetado, devendo-se então buscar e aliar tecnologia e produção. Logo o uso de outros defensivos agrícolas, como biodefensores, no qual afeta diretamente e especificamente uma determinada praga, acarreta em um menor impacto ambiental e em alimentos mais saudáveis.
      Fica evidente, portanto, que além de se utilizar de forma correta o agrotóxico, pode-se trocar ou em estratégia conjunta usar defensivos mais ecológicos, trazendo um menor impacto aos indivíduos. Logo o Ministério da Agricultura pode por meio de incentivos ficais e projetos, incentivar o uso de defensivos com menor impacto. Ademais ao Ministério da Educação investir em pesquisa, para novas formas de defensivos e até melhores adequações dos existentes a cada produção. Para que haja uma diminuição das intoxicações e doenças causadas pelo agrotóxico e contribuindo para uma melhor qualidade de vida aos indivíduos.