O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Lucro.Produtividade.Morte. Essas palavras descrevem bem o cenário do auxílio de agrotóxicos em plantações. Diante disso, questiona-se, quais são as causas e consequências que contribuem para motivarem seu uso é a alta produtividade em menos espaço cultivado, porém, traz diversas vitimas pelo seu alto índice de toxidade para a saúde. 
       Como primeira constatação observa-se que preocupações associadas ao uso de defensivos agrícolas, não apenas existem como vem crescendo cada dia. Por conta disso é preciso buscar as causas dessa questão entre as quais, emerge como a mais recorrente: o uso de agrotóxicos para maiores lucros. Isso acontece, em virtude da grande demanda de exportação, dessa forma, inviabilizando a diminuição de insumos. Esses fatores que atuam em fluxos contínuos e favorecem na formação de vários problemas sociais.
       Outro ponto que merece atenção está relacionado ás consequências geradas por esse contexto. Como efeito negativo dessa problemática está o efeito nocivo recorrente do agente químico rural. Tal situação ocorre devido a intolerancia em que o corpo humano apresenta quando exposto em diferente grau de toxidade. Em alguns casos levando a morte. Exemplo disso, está na pesquisa realizada pela Flocruz em apenas 13 anos houve mais de cem mil registros de intoxicações pelo agrotoxico de variadas maneiras.Contudo, é necessário providências para minimizar esse impasse.
       Sendo assim, é preciso que o governo em parceria com ministério de agricultura, financie projetos de autossustentabilidade, através de um amplo aparato tecnológico, afim de pesquisas que inclua a alta produtividade e ao mesmo tempo menos toxico para humanos. Nesse sentido, o intuito de tal medida, deve ser o diagnóstico do impasse em cada âmbito social relacionado e, erradicação de processos obsoletos que viabilizam o excesso de agrotoxico no cultivo. Assim, haverá melhores condiçoes de vida