O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Entre as décadas 60 e 70, o uso de agrotóxicos no Brasil deu início através da chamada Revolução Verde, na qual o objetivo era aumentar a produção de alimentos com uso de  sementes e fertilizantes modificados  e acabar com a fome no país.
          Neste contexto, o uso de agrotóxicos não só no Brasil mas no mundo, trouxe o controle de doenças e pragas, como também o aumento da produtividade dos produtos produzidos. Entretanto o seu mal uso traz grande desequilíbrio ambiental, contaminando solos e a água, fazendo com que surge novas doenças como câncer, infertilidade e problema nos rins, sendo assim,  afetando principalmente os agricultores e a população que ingere os tais  produtos cultivados.
       Além disso, o agronegócio no Brasil vem crescendo em exportações com  monocultivos de cana-de-açúcar, eucalipto e principalmente a soja que tem o volume de 51% total de agrotóxicos, porém toda cultivo não chega na mesa dos brasileiros. Segundo o IBGE mais de 13 milhões de pessoas passam fome, a maioria delas em áreas rurais.
            Dessa forma, o Ministério Público do Distrito Federal tem que atender os grandes estudos feitos que o agrotóxico não e benéfico a saúde e ao meio ambiente, sendo assim, procurar a diminuir o seu uso e procurar soluções para que não se agrave mais.