O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Durante a America Portuguesa, a agricultura é uma das principais fonte de renda da nação que se estende até hoje. No Brasil vigente, o uso dos agrotóxicos de maneira exacerbada é problema de saúde pública e deve ser combatido. Contudo, o uso de defensores agrícolas cresce, seja pela crescente aplicação nas lavouras familiares ou pela falta de controle nas vendas do produto.
          É inquestionável que a maioria das propriedades familiares usam agrotóxicos nas suas lavouras de forma irracional. Para o filósofo chinês Confúcio, o homem destrói sua saúde para conquistar dinheiro, depois usa este para reconquistar aquela. Nesse ínterim, o fato dos agricultores familiares usam muito pesticida nas plantações que irão abastecer o mercado local, bem como feiras e mercados locais. Consequentemente, tal produto vem carregado de veneno que acarretará várias complicações na saúde de quem o consume, tais como câncer e até a morte.
           Além disso, outro problema é falta de controle nos postos de venda dos defensores agrícolas. Para o sociólogo contemporâneo Zygmunt Bauman, vivemos em tempos líquidos, uma sociedade que não pensa a longo prazo e que adapta-se facilmente com as objetividades do pós-moderno. Nesse viés, o descontrole na distribuição do agrotóxico deixam mazelas, pelo fato que o agricultor vai comprar muito veneno para aumentar sua produção. Dessa forma, visará somente o lucro e repassará o produto cheio de substâncias tóxicas para consumidor e nocivo a sua saúde .
          Infere-se, portanto, que medidas devem ser tomadas para reverter a situação. Logo, urge ao Ministério da Agricultura(MAPA) e profissionais da saúde das cidade, por meio de palestras e cartilhas mostrar as consequências do consumo abusivo de veneno no alimento, como câncer e doenças neurológicas, de modo que tanto o produtor, quanto consumidor diminuem a quantidade de agrotóxicos nos alimentos. Ademais,  o MAPA deve ponderar a venda de defensores agrícolas pelo tamanho da propriedade que maiores compram mais e menores compram menos.