Envie sua redação para correção
    Espírito modernista
      O movimento literário modernista que ocorreu no ano de 1922, tinha como propósito principal, promover uma transformação no meio da literatura. Essa, mudança é essencial em relação ao uso dos agrotóxicos, pois, o mundo esta consumindo-os de maneira demasiada, o que acaba prejudicando o bem estar populacional. Dessa forma, identificar as causa no âmbito político e social, evitariam que problemas ocorram com a sociedade.
      Em primeiro lugar, é válido ressaltar, que medidas políticas estão agravando a problemática. Isso pode ser identificado, por exemplo, no Brasil, visto que, recentemente está em vigor no congresso uma discussão sobre essas substâncias, em que, alguns políticos querem aprovar o uso dos produtos, que até então, eram proibidos por serem nocivos à saúde. Com isso, o Brasil acaba regredindo em relação a outros países como os Estados Unidos, que vem diminuindo a concentração dos agrotóxicos nos últimos anos. Dessa maneira, pode-se perceber, que a população brasileira tende a ficar em risco eminente por conta do uso exagerado dessas substâncias, a qual em prol do lucro, de certa forma, esse grande setor, acaba priorizando a economia e não o social.
      Por conseguinte, os efeitos do uso desregulado dos agrotóxicos, pode trazer sérios riscos não só à saúde, como também, ao meio ambiente. Um exemplo disso, é que mais de 26 mil brasileiros, segundo o Portal UOL, foram intoxicados por esses produtos, ocorrendo até problemas como o câncer, doença extremamente perigosa. Se tratando do meio ambiente, algumas espécies de animais podem ser dizimadas pela excedente utilização dessas substâncias nocivas, rompendo uma possível continuidade da cadeia alimentar do local. Por conta disso, é necessário que medidas sejam obtidas para evitar-se ainda mais danos.
      Fica claro, portanto, que é importante que se realizem melhorias e progressos na problemática. Para isso, é relevante a mídia continue noticiando e demonstrando, por meio, de conversas e palestras com ambientalistas e médicos o impasse que os agrotóxicos geram, aumentando a participação do público nesse âmbito. Isso, ajudariam-os a obterem uma opinião mais crítica e conhecedora sobre o assunto. Ademais, é imprescindível que escolas criem oficinas, as quais incentivem as crianças a plantarem seus próprios alimentos, relatando um cultivo orgânico, sem uso de produtos prejudiciais à saúde, prática que levariam para o futuro. Assim, o progresso irá ocorrer, transformando então,como o Modernismo, a realidade atual.