O uso de agrotóxicos no Brasil e no mundo

Envie sua redação para correção
    Desde a Revolução Verde, durante o Regime Militar, o Brasil faz uso de agrotóxicos para melhoramento da produção. Entretanto, este uso tem causado impactos ambientais e na saúde que levam ao questionamento: os agrotóxicos realmente são a melhor alternativa para o desenvolvimento sócio-econômico do país? 
     O Brasil é um grande exportador de produtos agrícolas, em compensação, é o sexto maior, no ranking mundial, importador de agrotóxicos. Sabe-se que a utilização correta destes produtos ajuda a melhorar o cultivo, mas muitos agricultores e trabalhadores o utilizam de forma equívoca. Acarretando danos a sua saúde e de quem consome os produtos, como mostra a reportagem feita pelo Profissão Repórter. Além disto, a falta de fiscalização permite que produtores utilizem agrotóxicos proibidos em determinadas culturas. 
     O uso destes produtos químicos contamina solos e águas, causando mudanças nos ciclos da natureza. Exemplo disto é uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Mato Grosso juntamente com a Fundação Oswaldo Cruz, em 2011, que comprovou a presença de resíduos de agrotóxicos no leite materno. Além disto, foram registrados, de acordo com o Dossiê ABRASCO, 2.052 óbitos entre o ano 2000 a 2009 por intoxicação por agrotóxicos. 
     Portanto, torna-se necessário uma mudança imediata no método de produção que deve ser incentivada pelos Ministérios da Agricultura e da Saúde, visando a redução e fiscalização dos usos de agrotóxicos e, como uma mudança de longo prazo, deve ser incentivada a agroecologia. Como Nelson Mandela  disse: "a educação é arma mais poderosa para mudar o mundo", por isso deve ser implementado, pelo Ministério da Educação, a educação sustentável na grade curricular brasileira.