Envie sua redação para correção
    Veneno lícito: morte silenciosa
       Após a economia brasileira ter se voltado para o comércio de exportações, o uso inadequado de agrotóxicos para aumentar a produção tornou-se frequente. Porém, estudos revela incidências de graves problemas de saúde irradiados na população, com relação a esses compostos. Além disso, a negligência governamental na imposição de regras para sua utilização, tem deteriorado o bem-estar dos trabalhadores do campo, tem permitido o envenenamento do consumidor e a contaminação ambiental.
        Hodiernamente, pesquisas realizadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na cidade de Limoeiro do Norte (interior do Ceará) reforçam essa realidade pelos indícios de incidência de câncer serem 38% superiores a média nacional. Dessa forma, a atuação dos trabalhadores rurais na aplicação de agrotóxico nos inúmero latifúndios na região, sem o equipamento adequado e orientação correta, tem corroborado para a manifestação de complicações na saúde como: intoxicações, deformação de membros, depressão e desenvolvimento de câncer, segundo à pesquisa.
         Outrossim, o emprego dessas substâncias visando o aumento da produção no campo também têm atingido a população urbana. Assim, a insipiente fiscalização do Ministério da Agricultura tornou possível aplicações acima do limite nos alimentos, o que têm envenenado o consumidor à longo prazo.Também, no quesito ambiental, a precipitação no solo contaminado pode propiciar a eutrofização de lagoas próximas, que é o carregamento excessivo de nutrientes e matéria orgânica, logo, ocasionará um prejudicial alastramento de algas aos ecossistemas locais.
        Dessa maneira, são inegáveis os perigos do uso inconsequente desses compostos químicos nas plantações, portanto a adoção de medidas são necessárias como a parceria entre Ministérios da Agricultura e e da Saúde, com o Legislativo, para o estabelecimento de visitas periódicas, aos latifúndios, de agentes ambientais e de saúde para averiguar se a concentração das substâncias excede os limites estipulados, além da obrigatoriedade no fornecimento de equipamentos de proteção aos trabalhadores, pelos patrões. Ademais, mediante ao descumprimento, será empregado penas de prisão, multas e descarte da produção. Essas medidas têm como função: garantir a segurança do trabalhador, proteger o meio-ambiente e o consumidor dos efeitos desses veneno.