Envie sua redação para correção
    A Revolução Verde ocorrida em 1966, tinha como objetivo combater a fome existente no mundo, além disso foram desenvolvidas novas técnicas de produção como por exemplo, de insumos para combater pragas além de inovações tecnológicas, isto é, máquinas a fim de aumentar a produção alimentar.  Bem como o Brasil, é um dos principais países consumidores de agrotóxicos do mundo.
         À proporção que a população estava em ritmo de crescimento, sucedeu  a cogitação que poderia faltar a alimentos. Nesse sentido foram  desenvolvidos novas técnicas de produção entre elas a utilização de    defensivos agrícolas os quais demonstraram eficiência no campo, por exemplo, a diminuição nas taxas de fome, e a potencialização da produção  e eliminação de quase 100% de doenças e pragas nas lavouras.
       Não obstante, o Brasil hodiernamente consome mais agrotóxico do que precisa, mas também há negligência por parte do agricultor em não consultar um especialista. Sem as instruções corretas irá acarretar um aumento na dosagem transcorrendo o envenenamento dos alimentos, os quais poderão ocasionar sérias doenças na população que consumir.  Provocando o desenvolvimento de  câncer, como também o desmatamento e a priorização à estruturas latifundiárias, prejudicando assim a produção familiar. Efetuou-se o banimentos de alguns agrotóxicos como por exemplo nos EUA e na Europa,  devido a sua alta periculosidade.
       Por conseguinte, é necessário investir em novas alternativas de pesquisas para assim poder substituir os defensivos agrícolas, e proporcionar alimentos com alto teor nutritivo sem quaisquer risco a saúde da população. Indubitavelmente é responsabilidade do governo na gestão do ministério da agricultura em apresentar propostas para evitar o desmatamento e o uso excessivo de produtos químicos com parcerias com universidades e escolas possibilitando assim a ampliação do conhecimento para orientar os produtores.