Envie sua redação para correção
    As sequelas do lucro verde
        Atualmente, não raro, observa-se através das mídias, televisivas ou sociais, que o Brasil e o mundo vem enfrentando diversos problemas relacionados ao uso excessivo de agrotóxicos. São fatores que contribuem para essa problemática a insuficiente fiscalização pública na agricultura, bem como o fato de o agronegócio visar como o principal objetivo o lucro enquanto a saúde da população é relegada. E, por fim, pode-se citar também os efeitos negativos sofridos pelo meio ambiente a longo prazo.
      Como primeira constatação, observa-se que preocupações associadas ao uso crescente de agrotóxicos não apenas existem como vem crescendo a cada dia, tanto no Brasil como em todo o mundo. Por conta disso, é preciso buscar as causas dessa questão, entre as quais, emerge como a mais recorrente, a ineficiência que ocorre na fiscalização tanto na utilização de agrotóxicos ilegais, como nas quantidades excedentes em que são usados nas agroproduções. Isso ocorre principalmente em virtude de tanto no Brasil como na maioria dos países de sistema capitalista, a agricultura trocar seu papel de subsistência do homem para se tornar apenas mais um meio de produção que visa o lucro acima de todas as consequências. Esses fatores atuam em um fluxo contínuo e favorecem na formação de um problema social com dimensões cada vez maiores.
        Baseado nisso é válido citar o filósofo e sociólogo Karl Marx, que enunciou "O capitalismo gera o seu próprio coveiro." Sendo assim outro ponto que merece atenção está relacionado às consequências geradas por esse contexto gerado pelo sistema capitalista. Como efeito negativo desse problema temos uma relação direta com a saúde humana, em casos de intoxicação que envolvem desde os trabalhadores rurais até cidades inteiras. Exemplos disso podem ser encontrados nas informações divulgadas pela mídia geral, como por exemplo, no caso divulgado pela Folha de S. Paulo, ocorrido em Anniston nos Estados Unidos, onde uma grande empresa de tecnologia agropecuária foi responsável pela intoxicação de toda a população. 
        Infere-se, portanto, que o uso de agrotóxicos descomedido, é um mal para às sociedades. Sendo assim, cabe ao Governo Federal aumentar a fiscalização de agrotóxicos, tanto na venda, no registro e na utilização, além de penalizar os que violarem as leis estabelecidas. Ademais, cabe ainda à sociedade como um todo cobrar políticas de fiscalização mais rígidas e o maior vinculamento midiático à respeito do assunto que ainda é de conhecimento de poucos. Ainda cabe um papel mobilizador da sociedade, que por meio de redes sociais, deve conscientizar sobre os males decorrentes do uso excedente de agrotóxicos. Assim será possível amenizar os problemas causados e construir um Brasil mais sustentável.