Envie sua redação para correção
    A história do homem em sociedade sempre esteve ligada à agricultura. O processo de sedentarização desse e a formação das primeiras civilizações, como a mesopotâmica, por exemplo, foram possíveis graças a atividade agrícola por ele desenvolvida. Essa, com o tempo, adquiriu novos contornos que permitiram um maior controle do ser humano sobre a natureza, como a criação das máquinas agrícolas e dos agrotóxicos. Porém, apesar desses terem elevado a produtividade no campo, o seu uso indiscriminado vem causando muitos danos ao meio ambiente e à saúde da população, o que deve ser mudado.
       A Constituição de 1988 representou um grande marco para a História brasileira, por ter ampliado a cidadania dos brasileiros, como a garantia ao direito à vida e à saúde a esses, cabendo ao Estado assegurar o acesso a esses direitos por todos os cidadãos. Apesar disso, o uso descontrolado dos agrotóxicos no campo vem ameaçando o cumprimento daqueles, devido a contaminação de frutas e verduras por esses produtos químicos, o que tem provocado danos à saúde de muitas pessoas, consumidoras desses alimentos, como o desenvolvimento de intoxicações alimentares e de diversos tipos de cânceres. Uma das causas desse problema deriva da baixa fiscalização do Ministério da Agricultura sobre a aplicação desses insumos pelos agricultores.
       Outra problemática que envolve a questão dos agrotóxicos se relaciona com a contaminação do solo e dos mananciais por esses produtos. Essa realidade deve-se ao uso dos agrotóxicos de forma indevida pelos trabalhadores rurais, por muitos deles não possuírem a capacitação adequada sobre o manuseio daqueles. Com isso, além de provocarem danos à natureza, grande parte desses agricultores acabam se contaminando com esses insumos, o que compromete a sua saúde e a sua qualidade de vida.
       Portanto, é necessário que o Ministério da Agricultura aumente a fiscalização sobre o uso de agrotóxicos no campo, com a contratação de novos fiscais, por exemplo, de forma a controlar a utilização desses produtos. Outra medida seria a criação de mais cursos profissionalizantes nas áreas rurais, para instruir os pequenos agricultores sobre a aplicação desses produtos em suas plantações, juntamente com o ensino de técnicas de agricultura orgânica, como forma de minimizar o uso desses por esses indivíduos. Aliado a isso, a sociedade civil poderia criar movimentos que incentivem o consumo de produtos orgânicos, para que a produção desses seja valorizada em detrimento dos que usam agrotóxicos. Isso poderia ser feito com a execução de audiências públicas pelas pessoas com os governantes municipais, estaduais e federais sobre esse tema.